Coletiva destaca realidade dos terreiros do Norte do país

Mãe Nonata Côrrea pede a criminalização de agressões étnicas. Ela cita fatos como apedramento e violação dos cultos afro como exemplos de intolerância religiosa.

“Somos nós quem estamos fazendo a coisas acontecerem. Não existe uma sociedade preparada para tratar povo de santo, pra tratar mulher negra”, aponta a ialorixá.

Encerrada a coletiva, ialorixá tira as dúvidas de jornalista

“Estou feliz de estar aqui e espero que vocês pautem os nossos temas. Neste momento, estamos fazendo trabalho com agroecologia e com professores”, comenta Nonata Côrrea.

Após a coletiva, jornalistas se reúnem em grupos para redigir matérias

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s