Imprensa e protestos

Se as revoluções democráticas na Tunísia e no Egito ocorressem no Brasil, os comentários nas redes sociais poderiam se aproximar de mensagens como “Esse protesto está atrasando minha chegada ao trabalho” ou “o congestionamento já dura três horas”.

Como ocorreu no vídeo apresentado no curso Gênero, Raça e Etnia, a criação de preconceitos em relação ao outro pode extrapolar os limites de enquadramento da notícia, a imposição de uma visão de mundo. Será que estamos preparados para reconhecer a motivação de protestos e causas sociais, que vão além das nossas?

Assista ao vídeo no link abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=6Fgdpww5DpI

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s