Cobertura étnica de jornal pernambucano é avaliada em estudo

O Diário de Pernambuco é o jornal local que está sendo analisado pela Pesquisa Faces do Brasil que tem o objetivo de rastrear a cobertura relacionada a ciganos, indígenas e negros na imprensa brasileira.

Desde julho de 2010 o estudo faz o levantamento em 17 jornais sediados em todas as regiões do País e seis revistas com circulação nacional. Os dados são parciais e foram apresentados em maio deste ano.

No Diário de Pernambuco a pesquisa indicou 13 matérias referentes a grupos étnicos. Destas 78,6% tratavam dos negros; 21,4% dos indígenas e nenhuma dos ciganos.

O material foi publicado nas editorias Cidade (58,3%); Nacional/Brasil (23,1%); seção Carta do Leitor (7,7%), Cultura (7,7%) e Editorial (7,7%). Os tipos de texto foram: uma carta do leitor, um editorial, quatro notas e sete reportagens.

Uma das matérias foi manchete com o título Racismo na escola, publicada em 12 de novembro de 2010.

Quanto às referências aos indígenas, elas só aparecem em notas e, de modo geral, sem protagonismo destas comunidades  nos temas abordados.

A pesquisa é realizada pelo grupo Etnomídia da Faculdade de Comunicação (Facom) da Universidade Federal da Bahia (Ufba), sob a coordenação do doutor em comunicação Fernando Conceição, com o financiamento da Fundação Ford e a parceria da ONG Omi Dùdú

Anúncios