Mais de Maceió

Como havíamos prometido está aqui o vídeo da atividade pedagógica em Maceió a partir da coletiva com a liderança indígena Raquel Xukurú- Kariri. Ele foi produzido por um dos grupos de participantes.

Ser índio é ter terra, diz liderança feminina Xukurú-Kariri

Durante o Curso de Gênero, Raça e Etnia para Jornalistas, realizado nos dias 22 e 23 de agosto, no prédio do Cesmac, a líder indígena Xukurú-Kariri, Raquel, 37 anos, concedeu uma coletiva aos jornalistas presentes. A liderança falou sobre o papel da mulher na comunidade indígena em que vive no município de Palmeira dos Índios; a formação educacional das crianças da tribo; e a luta pelo território em meio à violência e exclusão do valor do povo indígena.

Acompanhe nos vídeos trechos da entrevista:

Xukurú-Kariri define a concepção indígena de território:
Liderança indígena define: “Ser índio é ter terra, única fonte que alimenta e sustenta”.

Xukurú-Kariri e o papel da mulher:
Guerreira desde o nascimento: A líder fala sobre os desafios de ser mulher indígena e da eterna batalha para preservar a identidade sua e de seu povo.

Xukurú-Kariri: educação e mídia
Em seu relato, Raquel afirma que a sociedade ignora as especificidades da cultura indígena, cuja visibilidade só é garantida no dia 19 de abril.

Curso recebe liderança indígena em Maceió

Raquel Xukurú-Kariri é a convidada para atividade pedagógica em Maceió

Hoje (terça-feira), o Curso de Gênero, Raça e Etnia para Jornalistas, em seu último dia em Maceió, vai receber como convidada de uma das  atividades pedagógicas a liderança indígena Raquel Xukurú-Kariri. Ela será entrevistada pelos participantes que vão produzir, após a  coletiva, material em diversas linguagens jornalísticas.

Raquel tem muita história para contar sobre a luta do seu povo pela posse defnitiva da terra só oficializada no ano passado pelo Ministério da Justiça. Foram 37 anos de resistência dos Xukurú-Kariri para ver reconhecido o direito ao seu território histórico que fica no município de Palmeira dos Índios.

Raquel Xukurú-Kariri é irmã de Maninha Xukuru, uma representantiva liderança da causa do seu povo que morreu há cinco anos.